Pesquisa

Carregando...

terça-feira, 27 de maio de 2014

Facebook vai exibir menos posts automáticos de apps como Instagram; entenda

por PAULO ALVES
Para o TechTudo

Facebook anunciou nesta terça-feira (27) uma mudança no algoritmo que decide o que aparecerá no feed dos usuários da rede social. A partir de agora, a promessa é apresentar menos posts automáticos de aplicativos externos, como o próprio Instagram, adquirido pelo famoso site de Mark Zuckerberg.


A iniciativa deve diminuir drasticamente a quantidade de postagens automáticas no feed dos usuários, grande parte proveniente de apps como Twitter ou Instagram. "Em geral, descobrimos que as pessoas se envolvem mais com as histórias que são compartilhados explicitamente em vez de forma implícita, e muitas vezes se sentem surpresos ou confusos", disse o comunicado do Facebook.

Portanto, posts de usuários tendem a agradar mais os internautas que publicações automáticas. Com a mudança, a expectativa é reduzir fotos e vídeos duplicados, deixar o feed mais limpo e, como resultado, diminuir ainda mais o número de marcações de spam nas publicações, que já tiveram redução de 75% em 2013.

Dica da rede social é publicar explicitamente o conteúdo na rede, marcando a opção correta no Instagram, por exemplo (Foto: Divulgação/Facebook)

O Facebook ainda aconselha que os usuários revisem as configurações de compartilhamento dos aplicativos conectados à conta na rede social para evitar publicações sem intenção. Por outro lado, as pessoas que desejam ter, por exemplo, suas fotos do Instagram postadas no Facebook devem fazê-lo manualmente, selecionando o botão correspondente no aplicativo para dispositivos móveis.

Mulheres que postam muitos dados no Facebook são mais solitárias, diz estudo

por ALINE JESUS
Para o TechTudo

Um estudo da universidade australiana Charles Sturt vem causando polêmica nas redes sociais. Os dados afirmam que mulheres que utilizam demais o Facebook são mais solitárias. Com a pesquisa, os estudiosos concluíram que, quanto mais informações elas publicam no site, mais sozinhas elas estão.

Mulher que usam muito o Facebook ficam mais solitárias, diz estudo australiano (Foto: Pond5)

A pesquisa analisou 616 usuárias do sexo feminino na rede social. Destas, 308 foram categorizadas como "conectadas", enquanto 308 foram vistas como "solitárias", por meio de uma observação de seus próprios posts em seus murais e perfis. A partir destes dados, estudou-se o compartilhamento de informações realizado pelos dois grupos. O segundo grupo, se mostrou mais exposto e "desesperado".

De acordo com os pesquisadores, as mulheres solitárias são as que mais disponibilizam informações públicas na Internet, como histórico sobre seus relacionamentos, endereços e detalhes pessoais em geral, como gosto musical e de literatura no perfil. 

Já os posts, que costumam não ser apenas para os amigos, mas para o mundo todo, fizeram os pesquisadores chegarem a conclusão de que o objetivo é encontrar, em algum lugar na rede social, alguém com os mesmo gostos ou que a admire.

Já o grupo das mais "conectadas", cujo perfil pessoal inclui posts repletos de comentários de amigos e estranhos, apareceram com um maior número de interações no mural e menos informação exposta.

O estudo chamado "The Self-disclosure on Facebook among female users and its relationship to feelings of loneliness", ou algo como "A auto-revelação no Facebook dos usuários do sexo feminino e sua relação com a solidão", oferece visões de quão doloroso pode ser se expôr socialmente na rede.

Esta não é a primeira pesquisa que encontra ligação entre o uso do Facebook em excesso com uma insatisfação na "vida real". Em 2013, a Universidade de Michigan, nos Estados Unidos, teve um grupo de pesquisadores que identificou que, quanto mais tempo as pessoas passam na rede social, mas infelizes e solitárias elas se tornam. Esses pesquisadores, em suas conclusões, se atrevem a declarar que o Facebook prejudica o bem-estar das pessoas e os relacionamentos humanos naturais.

O estudo australiano completo está disponível em inglês no site Science Direct em formato PDF

quarta-feira, 30 de outubro de 2013

Confira Pintando 7 Esmalteria

facebook

Confira Pintando 7 Esmalteria


Você compartilhou o seu email com Pintando 7 Esmalteria que sigeriu a você curtir sua página no Facebook

Cadastre-se no Facebook se você deseja curtir Pintando 7 Esmalteria e conectar-se a outros amigos. Ou, você pode simplesmente visualizar a página.
Pintando 7 Esmalteria
Dicas, ofertas, tendências e tudo que envolve o mundo dos esmaltes e seus acessórios. As loucas por esmaltes podem chegar. \o/
64 likes · 40 talking about this

Sign Up for Facebook
View Page
This is Spam
Essa mensagem foi enviada para volneineto.tecnologia@blogger.com. Se você não deseja receber esses e-mails do Facebook no futuro, Cancele a inscrição.
Facebook, Inc., Attention: Department 415, PO Box 10005, Palo Alto, CA 94303

domingo, 22 de setembro de 2013

iPhone 5S é mais difícil de consertar que iPhone 5 e Galaxy S4


O novo iPhone 5S, que começou a ser vendido na sexta-feira, é mais difícil de consertar do que seu antecessor, o iPhone 5. Segundo o site iFixit, que desmonta aparelhos recém-lançados para descobrir quais são e como são montados os componentes dos dispositivos, o novo iPhone recebeu uma nota 6 (de um máximo de 10) na facilidade para conserto. O iPhone 5 tinha recebdio uma nota 7, enquanto o principal concorrente, o Galaxy S4, tem uma nota 8. 

O novo iPhone é mais complicado que os demais aparelhos para consertar em grande parte por causa do Touch ID, sistema de leitura de impressão digital localizado no botão Home. Segundo o iFixit, a fraca ligação entre o scanner de digitais e a porta Lightning adiciona "um pequeno elemento de perigo" no processo de reparação.

Esta não é a única preocupação quanto ao scanner de digitais. "Nós nos preocupamos o quanto a cobertura de cristar de safira pode proteger o sensor da degradação do tempo, como acontece com a maioria dos sensores. Pode se tornar uma bomba relógio", disse o site. Outro elemento que dificulta o conserto do iPhone 5S é a bateria. A nova bateria, maior que a do sucessor iPhone 5, está colada no aparelho. 

segunda-feira, 9 de setembro de 2013

Como cutucar amigos no Facebook usando a Linha do Tempo

Fonte: Techtudo

Chamar a atenção de outros usuários do Facebook e paquerar utilizando o controverso "cutucar" (poke, na versão em inglês) ainda é possível no perfil atual da rede social. Os controles para acessar o botão estão um pouco escondidos, mas são simples e estão localizados no tipo da Linha do Tempo de todos os seus contatos. Se você deseja continuar cutucando seus amigos e amigas na rede social, siga os passos do tutorial do TechTudo.

Passo 1. Clique sobre o nome de um dos seus amigos e acesse a sua Linha do Tempo:

Vá até a linha do tempo de um contato (Foto: Reprodução/Daniel Ribeiro)Vá até a linha do tempo de um contato no Facebook (Foto: Reprodução/Daniel Ribeiro)
Passo 2. Selecione o botão com o símbolo de uma engrenagem, como o indicado na figura:

Passo 3. Na aba que será exibida, escolha a opção "Cutucar":

Clique sobre o botão de opções destacado (Foto: Reprodução/Daniel Ribeiro)
Selecione a alternativa

Passo 4. A atividade será realizada em poucos segundos, enviando uma notificação ao contato;

Aguarde enquanto a operação é processada (Foto: Reprodução/Daniel Ribeiro)
Aguarde enquanto a operação é processada (Foto: Reprodução/Daniel Ribeiro)
Passo 5. É bom lembrar que você não poderá enviar outra "cutucada" para a pessoa enquanto ela não lhe responder a primeira.

Você só poderá
Pronto! Agora você já sabe como voltar a cutucar os seus amigos na rede social. O Facebook andou escondendo a função de cutucar na interface mas ela ainda está ativa. Aproveite!